Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Rio Claro

Daae prioriza higienização, mas orienta uso responsável da água durante a pandemia

Nesse período de estiagem, autarquia pede para que munícipes deem prioridade para alimentação e higiene pessoal, essencial e indispensável como forma de evitar a infecção pelo Covid-19.

Sem previsão de chuva nos próximos 15 dias devido ao período de estiagem, o Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgoto) de Rio Claro, solicita que os munícipes façam o uso responsável de água, priorizando a alimentação e higiene pessoal, essencial e indispensável como forma de evitar a infecção pelo novo coronavírus.

De acordo com a autarquia, os níveis do Ribeirão Claro e do rio Corumbataí, onde são feitas as captações de água para tratamento e abastecimento de toda a cidade, embora mais baixos, estão dentro do esperado para essa época do ano, quando há menos chuva. Porém, com o alto consumo de água, a demanda de captação de água bruta dos dois rios acaba sendo maior, ou seja, quanto mais se consome, mais é preciso captar água dos mananciais.

Por isso, é imprescindível que todos colaborem, adotando hábitos de uso responsável da água. As limpezas mais pesadas, lavagem de carros, calçadas e fachadas devem ser evitadas até que comece o período de chuvas, previsto para outubro.

Para fazer o uso racional de água em casa, a autarquia recomenda que os munícipes sempre fechem a torneira quando forem lavar a louça, fazer a barba, lavar as mãos e escovar os dentes. Evitar banhos demorados e, ao ensaboar, fechar a torneira.

Também observar se não há vazamentos em torneiras ou nas descargas dos banheiros. Evitar lavar calçadas e sim utilizar vassoura na limpeza. Evitar uso da água para lazer, como lavar o carro ou encher piscinas. Reaproveitar a água da máquina de lavar para lavar o quintal e não usar mangueiras e sim, regadores, principalmente para aguar as plantas.

Telefone: 0800 505 5200 - 2011/2012 - Todos os Direitos Reservados - Implementação: www.cebinet.com.br
Desenvolvimento: Leonardo Marcondes e Rogério Ap. Picceli - Colaborador: José Eduardo Abdalla