Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Rio Claro

Daae sugere ações para uso responsável da água

Régua de medição do nível do Ribeirão Claro.

Com poucas chuvas, os baixos níveis dos rios que abastecem Rio Claro continuam baixos, principalmente o Ribeirão Claro, cuja água bruta é captada para tratamento e fornecimento de água para as regiões sul, leste e central, que representa 40% da cidade.

Com isso, o Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgoto) de Rio Claro faz novo apelo para que não só os moradores desses bairros, mas toda a cidade faça o uso racional da água. Os outros 60% do município são abastecidos pela água tratada oriunda do rio Corumbataí, que, embora a situação esteja menos crítica nesse manancial, a autarquia reforça que o uso responsável da água deve se tornar um hábito de todos os munícipes, para garantir o abastecimento para toda a cidade, sem desperdícios.

Um dos grandes 'vilões' que contribuem para o consumo excessivo de água é a mangueira. Lavar calçada com esse utensílio doméstico é um hábito comum, mas gera grandes prejuízos. De acordo com o Daae, em 15 minutos, são desperdiçados cerca de 280 litros de água.

A autarquia pede que os munícipes usem vassouras para esse tipo de limpeza, evitando desperdícios. Se houver uma sujeira localizada, utilize balde com água apenas no local.

A mangueira também é bastante utilizada para lavar carro. Com 30 minutos de limpeza, com meia volta de abertura da torneira, o desperdício pode chegar a quase 500 litros de água. Para reduzir, basta lavar o carro somente com balde com água e sabão, reduzindo o consumo para apenas 80 litros aproximadamente.

O banho deve ser rápido. Cinco minutos são suficientes para higienizar o corpo. A economia é ainda maior ao fechar a torneira ao se ensaboar. Banho de ducha por 15 minutos consome em média 135 litros de água. Com a torneira fechada e com a redução do tempo para cinco minutos, o consumo cai para 45 litros.

Ao escovar os dentes com a torneira fechada é possível economizar mais de 11 litros de água. O mesmo se aplica para a tarefa de fazer a barba. Lavar o rosto rapidamente ajuda a economizar ainda mais o consumo.

Lavar o rosto rapidamente ajuda a economizar ainda mais o consumo.

Vaso sanitário gasta, em média, de 10 a 14 litros. Quando a válvula está defeituosa, pode chegar até 30 litros. A autarquia recomenda que mantenha a válvula da descarga sempre regulada e conserte os vazamentos assim que eles forem notados.

Lavar a louça em 15 minutos gasta cerca de 120 litros de água. Com economia, o consumo pode chegar a 20 litros. Uma lavadora de louças gasta em média, 40 litros. O ideal é utilizá-la somente quando estiver cheia. Ao utilizar um copo de água, são necessários pelo menos outros dois de água potável para lavá-lo. Por isso, procure utilizar o mesmo copo durante o dia.

Lavadora de roupas gasta por volta de 130 litros. O ideal é usar sempre com a capacidade total e no máximo três vezes por semana. No tanque, com a torneira aberta por 15 minutos, o gasto de água pode chegar a 280 litros. Aproveite a água do enxágue para lavar o quintal e economizar ainda mais.

Ao molhar as plantas com mangueira durante 10 minutos, o consumo pode chegar a 190 litros. O ideal é utilizar regadores, podendo gerar uma economia de 100 litros por dia.

Uma piscina exposta pode perder cerca de 4.000 litros de água por mês por evaporação, o suficiente para suprir as necessidades de água potável (para beber) de uma família de quatro pessoas por cerca de um ano e meio aproximadamente. Com uma cobertura, a perda é reduzida em 90%.

O Daae ressalta que não há racionamento na cidade e lembra que é momento de pandemia e, por isso, pede que o uso da água seja voltado apenas para alimentação e higiene pessoal, essencial e indispensável como forma de evitar a infecção pelo novo coronavírus.

A autarquia também tem encontrado alternativas para seguir captando água, mesmo com o nível baixo dos rios. No início do mês de outubro, diminuiu o volume de captação de água bruta do Ribeirão Claro, reduzindo a pressão no fornecimento de água para os bairros abastecidos pela ETA 1.

Essa manobra foi feita para que o volume de água tratada dure mais tempo e o fornecimento de água continue de maneira ininterrupta, ou seja, a água pode chegar em alguns bairros com menos pressão, mas sem afetar o abastecimento, quando usada de maneira consciente e responsável.

O Daae explica que, caso os bairros mais baixos e próximos das duas ETAs não usem a água de maneira consciente e responsável, os bairros mais distantes e localizados em regiões mais altas poderão ficar temporariamente sem água, como já aconteceu em situações esporádicas, principalmente na região do bairro Jardim Novo.

Por isso, a autarquia pede para que toda a população faça o uso responsável da água para que o fornecimento chegue para todos nesse período em que o Ribeirão Claro está baixo.

Telefone: 0800 505 5200 - 2011/2012 - Todos os Direitos Reservados - Implementação: www.cebinet.com.br
Desenvolvimento: Leonardo Marcondes e Rogério Ap. Picceli - Colaborador: José Eduardo Abdalla