Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Rio Claro

Prefeito Gustavo Perissinotto pleiteia recursos federais para nova ETA 1 e melhoria na ETA 2

Sem recursos financeiros para realizar as obras, o município de Rio Claro está pleiteando ao governo federal uma verba da ordem de R$ 31 milhões para a construção da nova Estação de Tratamento de Água (ETA 1) e do sistema de tratamento de lodo da ETA 2.

“São duas obras de grande importância para a cidade, para que possamos continuar distribuindo água de qualidade à população”, afirma Osmar da Silva Junior, superintendente do Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgoto).

Osmar esteve com o prefeito Gustavo Perissinotto nesta quinta-feira (18), em São Paulo, em reunião com Pedro Maranhão, secretário nacional de saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional.

“Explicamos ao secretário a urgência dessas obras para Rio Claro. A ETA 1 pode parar de funcionar a qualquer momento, em razão da estrutura física do seu prédio que já deveria ter sido substituído há muito tempo”, informa Gustavo. O prefeito lembra que a ETA 1 abastece 40% da população e, portanto, sua paralisação permanente causaria um caos no abastecimento de água de Rio Claro.

Em relação ao sistema de tratamento de lodo da ETA 2, o superintendente Osmar destaca que a obra vem sendo cobrada pelo Ministério Público há anos e, em 2017, o município assinou compromisso de realizar a obra, mas até agora não fez.

Na reunião, que teve a presença do vereador Julinho Lopes, o secretário nacional Pedro Maranhão disse ao prefeito Gustavo que o Ministério do Desenvolvimento Regional está à disposição do município para auxiliar também nas demandas de saneamento.

Telefone: 0800 505 5200 - 2011/2012 - Todos os Direitos Reservados - Implementação: www.cebinet.com.br
Desenvolvimento: Leonardo Marcondes e Rogério Ap. Picceli - Colaborador: José Eduardo Abdalla