Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Rio Claro

Daae finaliza obra e inicia testes para levar água a Assistência

Após sete meses de intenso trabalho realizado pela prefeitura de Rio Claro, por meio do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae), as obras para resolver o problema de falta de água no distrito de Assistência foram concluídas e, na última semana, tiveram início os testes na nova tubulação.

“É uma obra que no passado ficou apenas no papel e que, com muito empenho, estamos conseguindo realizar, em respeito principalmente  aos moradores do distrito de Assistência que há anos esperam que a água chegue sem problemas ao distrito”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. Para resolver o problema de falta de água em Assistência, foi necessária a implantação de um novo reservatório elevado no distrito, que será auxiliado por outro, que foi implantado para atender a região do Jardim Novo e Terra Nova.



Nesta fase de testes, a autarquia faz verificações na pressão da água que chega ao reservatório elevado de Assistência, que aguardava pela adutora para ser integrado ao sistema e em breve será inaugurado. Também estão sendo feitos testes de abastecimento em todo o trecho de rede recém-instalado. Em seguida, será feita a desinfecção.

“Depois disso, daremos início ao abastecimento, levando melhorias ao sistema de fornecimento de água da região, esperado há anos pelas famílias que moram em Assistência”, comenta o superintendente do Daae, Paulo Roberto Bortolotti.

Todo esse processo de testes e desinfecção já foi feito no reservatório elevado do Jardim Novo, interligado em uma das fases da obra, sendo que a mesma água está sendo reutilizada na desinfecção do reservatório de Assistência. Ambos têm capacidade para 1 milhão de litros. “Dessa forma, evitamos desperdício de água. Quando todo o processo de desinfecção for concluído, essa água será descartada de maneira controlada pelo Daae, pois contém produtos químicos, sendo inapropriada para consumo humano, animal ou irrigação de plantas”, acrescenta Bortolotti.

Além da interligação do reservatório elevado do Jardim Novo, a obra consistiu na instalação de cerca de 1.800 metros de tubulação de 300 milímetros em ferro fundido na SP-127 e na rodovia Washington Luís (a SP-310), que também recebeu cerca de 80 metros de travessia subterrânea não destrutiva.

O investimento do município nessa série de obras para acabar com a falta de água no distrito de Assistência é de aproximadamente R$ 1,5 milhão, com verbas federais e contrapartida do município.

Para que a obra fosse executada, a prefeitura precisou de liberação da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), já que a nova rede de tubulação passa em área de concessão das concessionárias Centrovias e Colinas.

A autorização foi obtida após inúmeras tratativas do município que contou com o apoio do deputado estadual Aldo Demarchi e do vereador Rafael Andreeta.

Telefone: 0800 505 5200 - 2011/2012 - Todos os Direitos Reservados - Implementação: www.cebinet.com.br
Desenvolvimento: Leonardo Marcondes e Rogério Ap. Picceli - Colaborador: José Eduardo Abdalla